Blog Forense Financeiro

Como os Contadores Forenses Ajudam as Empresas a se Recuperarem no Auge dos Furacões e Desastres Naturais
29 de Julho de 2020

Q&A com Danielle Gardiner, Vice-Presidente Sênior, Lowers Forensics International

A temporada de Furacões está sobre nós. Este ano, o NOAA está prevendo uma faixa acima do normal de 13 a 19 tempestades nominadas (ventos de 63 km/h ou mais), das quais 6 a 10 podem se tornar furacões (ventos de 120 km/h ou mais), incluindo 3 a 6 grande furacões (categoria 3, 4 ou 5; com ventos de 180 km/h ou mais).

2019 Atlantic Hurricane Season Outlook
Fonte: National Oceanic and Atmospheric Administration (NOOA) – EUA

Como vivenciamos em anos anteriores, nem sempre é o número de tempestades, mas o tamanho dos danos que é o mais difícil de se prever. Apenas dois anos atrás, testemunhamos três dos cinco furacões mais caros da história dos Estados Unidos em termos de estimativa para perdas seguradas.

Como contadores forenses, nossa principal preocupação é garantir que os sinistros resultantes de desastres naturais como furacões sejam pagos de forma eficiente e precisa.

Para entender melhor como a equipe da Lowers Forensics International trabalha com seguradoras para resolver pedidos de indenização por lucros cessantes resultantes de furacões e outros desastres naturais, nos sentamos com Danielle Gardiner, Vice-Presidente Sênior da Lowers Forensics International. Danielle chefia uma equipe de contadores forenses especializados no tratamento de sinistros resultantes de perdas catastróficas.

Q. Como a equipe da Lowers Forensics se prepara para a temporada de furacões?

A. Nesta época do ano, observamos o tempo constantemente e acompanhamos o que está acontecendo. Como um grupo coletivo, estamos em constante comunicação com os clientes para informá-los de nossa disponibilidade e prontidão. E nos certificamos de que nossa equipe esteja pronta para se instalar onde uma tempestade tenha o potencial de chegar ao solo. Em alguns casos, podemos até mesmo providenciar uma moradia temporária antes de uma tempestade, uma vez que isso se torna uma questão difícil de ser tratada no calor do momento. A garantia de hospedagem temporária e espaço de trabalho nos permite oferecer alojamento a nossos clientes caso eles estejam em necessidade. Algo tão insignificante quanto estar prontamente disponível pode fazer toda a diferença e ser crucial para nossos clientes.

Q. E eventos não previsíveis como furacões, mas ainda assim tão catastróficos quanto?

A. Os eventos que acontecem de forma repentina e sem aviso são obviamente mais difíceis de serem planejados. Mas a realidade do mundo de hoje é que temos que contar com o inesperado. Quando recebemos uma chamada sobre um grande evento com potencial para grande exposição, as companhias de seguros nem sempre estão imediatamente cientes de quais serão suas necessidades. Elas têm que identificar suas necessidades à medida que o evento se desenvolve, à medida que os dias passam e começam a avaliar os danos. Quando recebemos esse tipo de telefonema, um profissional de nossa equipe se colocará à disposição para ir ao encontro do cliente a fim de obter um panorama da situação. Do que o cliente está ciente? O que eles acham que podem precisar de nós? Usamos nossa experiência para nos adaptarmos à situação e somos flexíveis diante da incerteza.

Por exemplo, no início, o cliente pode ainda não conhecer todo o escopo dos danos e pode acreditar que seja mínimo. Mas isso pode evoluir muito rapidamente para algo muito maior. Portanto, temos que ser capazes de mudar e nos adaptar às necessidades do cliente. Se eles nos disserem na segunda-feira que precisam de um ou dois de nós e na quinta-feira que precisam de uma equipe inteira, temos que estar prontos para fazer nossas malas e ir – possivelmente por um longo período. Essa é a realidade do que fazemos.

Q. Existem nuances na contabilidade de sinistros com base no tipo de evento catastrófico (incêndio, furacão etc.)?

A. As nuances reais se limitam às coberturas e às causas envolvidas. Por exemplo, em geral, com terremotos, incêndios e furacões, pode haver um impacto maior na entrada/saída e as coberturas, franquias e períodos de carência relacionados. Assim, o evento que causa a perda determina então quais serão as coberturas específicas.

Q. O que torna a Lowers Forensics única em termos de resposta a eventos catastróficos?

Uma alta disponibilidade de pessoal de qualidade, experiente e credenciado é uma das características chave que oferecemos a nossos clientes. Não contratamos apenas entidades para ter um número específico de pessoas em um trabalho. Contratamos e trazemos as melhores pessoas e descobrimos que um contador forense de qualidade pode fazer o trabalho de três pessoas por causa da experiência que elas trazem. Mais do que isso, é a coesão de nossa equipe e sua capacidade de realmente se apoiarem mutuamente em situações de trabalho extenuante. Muitas vezes estamos trabalhando longas horas, longe de casa, e realmente nos emocionamos ao entregar um grande trabalho sob estas circunstâncias. A LFI realmente abraça o conceito fundamental de “família” para ajudar a superar os desafios que enfrentamos.

Através do Lowers Risk Group, somos capazes de oferecer uma série de serviços complementares, tais como, Unidade Especial de Investigação (SIU), rastreamento de ativos e pesquisa de registros públicos, para citar alguns. Com uma oferta tão ampla, a Lowers pode realmente suprir quaisquer necessidades que possam surgir em resposta a uma catástrofe.

Q. As companhias de seguros estão evoluindo em razão das recentes catástrofes?

Eles deveriam e estão. O que vemos nossos clientes fazendo é contratar grupos de contabilidade interna para que possam realizar a maior parte de seu trabalho. Mas quando ocorre um evento catastrófico, eles precisam de nossa equipe para dar conta da sobrecarga de trabalho.

Também vemos uma demanda real por soluções baseadas em IA para ajudar, por exemplo, com os furacões que vêm pela costa e atingem muitos dos mesmos tipos de negócios. Esses negócios, como restaurantes de serviço rápido, todos têm o mesmo tipo de relatórios financeiros padronizados. Soluções baseadas em IA, como nosso software Stratis, podem entrar e fazer os cálculos de indenizações muito mais rapidamente e com menor custo. Ele auxilia nossos contadores forenses automatizando certos aspectos de nossos cálculos e relatórios, sem eliminar a experiência do contador. A geração de um relatório pode ser reduzida de uma hora para 60 segundos. É uma verdadeira mudança de jogo.

No final, trata-se de uma parceria de confiança entre seguradoras, segurados e contadores forenses que são chamados para lidar com as circunstâncias estressantes de um prejuízo catastrófico.