Blog Forense Financeiro

O quê é Contabilidade Forense?
24 de Junho de 2020

Esconder milhões de dólares em projetos fracassados e dívidas.

Inflar os preços das ações e ratings de dívida.

Desvirtuar registros financeiros e enganar as partes interessadas.

Estas são apenas algumas das técnicas de “contabilidade criativa” que a Enron Corporation teria usado antes de suas falhas financeiras serem expostas em 2001. O escândalo abalou Wall Street e quando tudo foi dito e feito, as ações da Enron reverteram uma alta de US$ 90,75 para uma baixa de US$ 0,26 por ação.

E quem são os heróis desta história que descobriram a verdade? Foram os contadores forenses da Securities and Exchange Commission (SEC). Através de uma cuidadosa revisão das demonstrações financeiras da Enron, esses intrépidos investigadores financeiros foram capazes de descobrir participações falsas, contabilidade fora dos livros e outros abusos.

Neste blog, vamos fornecer uma visão geral sobre o que é a contabilidade forense e por que os contadores forenses podem ser aliados inestimáveis para erradicar anomalias financeiras em organizações grandes e pequenas, em todos os setores, em todo o mundo.

Contabilidade Forense – Definição

Se você está olhando para um caso enorme como o da Enron ou um caso envolvendo o desvio de fundos em um pequeno negócio, o conflito financeiro dá a sensação de estar em um longo, escuro e sinistro túnel. Advogados estão normalmente envolvidos e colocados uns contra os outros, em uma batalha cara e demorada, cada um tentando provar o lado do seu cliente como a única verdade existente. Os contadores forenses são confiáveis para esclarecer o universo dos detalhes financeiros, fatos e números.

O tempo torna-se o recurso essencial para fornecer medições e conclusões financeiras precisas. A contabilidade forense inclui uma grande quantidade de investigação. O termo contabilidade forense foi cunhado pela primeira vez em 1946 e descreveu o papel do contador como aquele que utiliza “conhecimentos financeiros, tecnologia e técnicas para fornecer informações apresentáveis a um tribunal”. A Sociedade Forense dos CPAs (Contadores Públicos Certificados) agora define contabilidade forense como, “uma área de especialização da contabilidade que abrange projetos resultantes de disputas ou litígios reais ou antecipados”. Como tal, “adequados para uso no tribunal”, é o resultado padrão e potencial que os contadores forenses geralmente trabalham para alcançar.

Qual a diferença entre um contador tradicional e um contador forense?

Funções contábeis bem conhecidas incluem a escrituração contábil, a preparação de declarações fiscais e auditoria. A contabilidade forense preenche as lacunas – utilizando e combinando conhecimentos especializados nestas áreas e aplicando-os a vários casos.

Em um mundo de reclamantes, demandantes, réus e criminosos, os contadores forenses são submetidos a altos padrões de exigência; espera-se que sejam independentemente objetivos, que façam perguntas perspicazes, que reúnam e inspecionem provas, que realizem testes substantivos e procedimentos analíticos sobre provas e que, em última instância, determinem a verdade real, fornecendo um quadro lógico, preciso e uma quantificação no que se refere ao valor em questão.

Quais são os principais serviços que os contadores forenses normalmente fornecem?

No coração forense está a entrega de informações financeiras complexas de uma forma clara e concisa. Embora os serviços específicos possam variar de empresa para empresa, em geral, os contadores forenses podem oferecer os seguintes tipos de serviços:

  • Investigações financeiras, incluindo coleta de provas;
  • Análise financeira e de dados;
  • Serviços contenciosos;
  • Revisão de questões econômicas relevantes;
  • Testemunho pericial;
  • Suporte administrativo.

Com que tipos de casos os contadores forenses lidam?

Contadores forenses examinam as discrepâncias financeiras em casos que abrangem uma série de cenários, inclusive:

  • Análise e validação de sinistros de seguros para liquidação;
  • Documentação do impacto financeiro de crimes cibernéticos, responsabilidade por produtos defeituosos ou desastres ambientais;
  • Quantificação de danos econômicos decorrentes do desvio de fundos, interrupção de negócios ou danos pessoais;
  • Investigação de casos de fraude, incluindo a apresentação de demonstrações financeiras manipuladas e apropriação indevida de ativos;
  • Análise de disputas empresariais, por exemplo, casos de quebra de contrato ou de falsas declarações de fusão e aquisição, para quantificar o impacto financeiro;
  • Avaliação de participações em entidades empresariais, pensões, propriedade intelectual e outros ativos;
  • Avaliação do impacto de prejuízos em grandes áreas;
  • Trabalhos para documentar e recuperar os ganhos obtidos em um crime ou a localização dos recursos faltantes;
  • Avaliação da movimentação de estoques em espécie (por exemplo, cargas, jóias, obras de arte);
  • Rastreamento e valorização de bens em disputas e dissoluções matrimoniais;
  • Análise de casos envolvendo negligência profissional;
  • Negociação de insolvências, falências e restruturações.

Como os contadores forenses conduzem investigações?

Os contadores forenses são habilidosos em fazer perguntas criteriosas, reunir e inspecionar evidências, realizar testes substantivos e procedimentos analíticos sobre essas evidências e, em última análise, fornecer um cenário preciso e lógico, quantificando os valores em questão. A coleta de evidências pode incluir a análise de lançamentos contábeis, a revisão de registros corporativos, decifrar estatutos locais e fatores econômicos, analisar tendências históricas, rastrear o fluxo de fundos e procurar por irregularidades.

Dependendo de quem for o cliente (por exemplo, uma seguradora, um segurado, uma corporação, etc.), eles utilizarão essa análise de dados para preparar relatórios sobre suas constatações, que serão apresentados em um tribunal. Eles também prestam regularmente serviços de contencioso aos clientes, tais como ajudar a desenvolver questões para testemunhas, contestar conclusões de advogados adversários e fornecer depoimentos como especialistas.

Em alguns casos, os contadores forenses trabalham com a equipe interna de contabilidade para implementar controles para reduzir a exposição a fraudes ou outros riscos.

Os números contam uma história e os profissionais da Lowers Forensics International podem ajudar a simplificar a complexidade, peneirar dados volumosos com rápida eficiência e analisar cuidadosamente os detalhes, fatos e circunstâncias que envolvam uma situação. As tecnologias que a Lowers Risk Group desenvolveu e continua desenvolvendo, não só irão revolucionar o panorama da contabilidade forense, como também darão uma proposta de valor significativa para os nossos clientes. Se você acha que um especialista em contabilidade forense pode ser útil para a sua organização, entre em contato conosco para conversarmos.